terça-feira, janeiro 04, 2005

Um Benfica à Benfica

O Benfica deu hoje um verdadeiro tiro no próprio pé. Depois da grande entrevista do Trapattoni a um jornal italiano, onde afirmava que as saudades do campeonato italiano eram muitas, e que se o chamassem ia a correr, o Camacho apresentou o seu livro, escrito pelo Gabi e com prefácio do LFV, onde conta a sua passagem de ano e meio pelo clube da águia. Afirma só, para além dos elogios ao FC Porto (heresia, compadre, heresia), que o Benfica ainda tem muito caminho a percorrer para poder lutar pelo título de campeão. Antes do grande dérbi de sábado é oportuno sim senhor. Se calhar foi por isso, chama-se azia, que o Veiga antecipou a partida para o estágio em Coruche. Aliás uma charutada vinda na minha direcção, trouxe-me a novidade(será?) que o ambiente pelos lados da Luz anda algo conturbado. O italiano diz que se o chamarem de Itália vai a correr, o Camacho apresenta o livro na Luz, o Veiga faz cara de menino amuado e o Luis Filipe faz o elogio de Camacho abrindo-lhe as portas da Luz. Quem é que quer ser campeão? É o Benfica à Benfica e assim com estas atitudes....

P.S. Esperemos pela crónica, da sempre lingua viperina e verrinosa, da Lili Pinhão.

Avalie-me!