terça-feira, abril 19, 2005

Habemus Papam

Já há Papa e, como o Sporting está em alta, não me admirava que o eleito fosse o SG Policarpo. Esperemos mais uma horinha...

25 Comentários:

Blogger Caneladas diz...

não largues a droga não

5:14 da tarde  
Anonymous habemus papam diz...

Policarpo allez! Policarpo allez! Policarpo allez!

5:27 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Não há duas sem três. Vão perder esta também. Já é certo que perdem o campeonato (para o Benfica) e a Taça Uefa (para o CSKA).

5:39 da tarde  
Anonymous Cha diz...

Começou aqui a queda do Sporting

5:45 da tarde  
Anonymous kovacevic diz...

Papa Bento XVI - afinal prevaleceu o lobby benfiquista ;)

5:49 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Tanta asneira...

8:22 da tarde  
Anonymous ZP diz...

Pobres lampios iludidos.

Olhem que o verdadeiro nome do Papa Bento XVI é Joseph Ratzinger e não Salazar... não se iludam, o tempo dos encarnados (na altura vermelho era uma palavra proibida) já acabou! Já não há mais Salazar!
Zero, nickles, out!!!
:))))

8:28 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Olha, aí é que te enganas, porque infelizmente o Ratzinger até é muito parecido com o Salazar. É um reaccionário de primeira!

E essa do Benfica ser o clube do "Antigo Regime" é a história mais sem fundo de verdade que conheço. De facto, toda a gente não-fanática e bem-informada sabe que o público com dirigentes mais ligados ao fascismo era o Sporting. Essa de que só ganhávamos títulos na altura também é ridícula... Como se até meados dos anos 90 não continuássemos consistentemente a ganhar. O Sporting é que na época pós-25 de Abril pouca coisa ganhou. Mas pronto...

8:40 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Pq n saiu o Eusebio do Benfica?

Fica para o anonimo anterior que pensa que sabe muito....mas n sabe nada.

9:54 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Eusébio não saiu do Benfica porque, tal como é público, a liga italiana fechou as vagas de estrangeiros após o desastre da selecção italiana no Mundial 66. Entendidos?

Quanto ao clube do regime, só não vê quem não quer. Quando o Benfica se afirmou indiscutivelmente como um dos maiores do mundo e o maior em Portugal, já o Salazar estava com os pés virados para a cova. O mesmo não podemos dizer da única década dominada pelo Sporting, a década de 50, ou seja, o auge da ditadura.

Já agora, respondam-me a outra: qual a razão dos comunistas serem quase todos do Benfica? Não me venham com justificações cromáticas.

Por alguma coisa o Sporting é conotado com as elites. Se fosse pela lagartagem, ainda estávamos em plena ditadura e não seríamos um dos 10 países mundiais que mais cresceram nos últimos 25 anos. Coincidência ou não, nos últimos 25 anos o Sporting perdeu força.

10:02 da tarde  
Anonymous ZP diz...

Ao das 8:40
Olha que não pá, olha que não.
Os lampios bem tentam se convencer do contrário.
E como sempre fizeram, olham logo para o outro lado da circular na tentativa de vincular o Sporting às porcarias que fizeram… nada de novo.
Ganharam até meados da década de 90? Certo! Mas já ouviste falar do o efeito ventoinha? Desligas mas ainda fica mais um bocado de tempo a rodar.
Mas chega uma hora em que para.

10:11 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Ó das 8:40.

Desvirtuar por completo é mesmo contigo.
Vai a qualquer livro de história e aprende que o auge da ditadura se dá na década de 60. Quem é que queres enganar?
E quanto ao Sporting ser da elite, concordo contigo, embora, com o devido respeito, pense que não sabes o que estás a escrever, eheheh
A elite de um país representa o melhor que esse mesmo país tem. Não só a nível económico, mas também a nível intelectual e humano, independentemente de ser da direita ou da esquerda. Logo, se este país cresceu, tão só o deve a sua elite.
Nesta lógica, o contrário de elite representa o pior que um país tem. E é este pior que se encontra tão bem representado pelo teu benfas.
Eu te poderia dar alguns exemplos objectivos disso, mas como deves saber, sou da elite e amanhã tenho de trabalhar para ajudar este país a crescer.

11:58 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

LOL

O anti-benfiquismo primário não deixa ver mais nada. A desinformação é tanta! Aconselho a que estudem um bocado de história e cultura geral para perceberem as coisas...

Para quem está bem documentado acerca daquela época é bem claro quem era o clube do regime... Entre muitos outros, o Sporting chegou mesmo a ter Francisco Cazal Ribeiro, a acumular funções de prsidente do clube, com funções de deputado salazarista e líder da milícia fascista, a Legião Portuguesa.

Inclusive há algum tempo, um dos sócios mais antigos do FCP, um famoso banqueiro portugês (de que agora me escapa o nome) falava de como o clube era prejudicado na altura da ditadura, pois (nas suas palavras): "o Sporting, como clube do regime, tinha vários elementos da direcção presentes nos órgãos de governo, e era obviamente beneficiado e o Benfica que era um clube diferente, com grande apoio popular, também o era".

Ora, aqui estão três coisas óbvias: o Sporting foi e é um clube de elites, enquanto o Benfica é um clube popular; o Sporting é que tinha dirigentes ligados ao fascismo, nunca o Benfica, que chegou mesmo a ter três prsidentes que se demitiram devido à antipatia do Regime; o Benfica era por vezes beneficiado, sim, mas porque era um clube com grande apoio popular e que ao ter sucesso, fez com que fosse fundamental para a ditadura tentar "colar-se" e simultaneamente controlar esse êxito. Não foi a ditadura que conseguiu os êxitos do Benfica, muito menos os internacionais!

Qualquer pessoa que entenda de sociologia e história sabe que para as ditaduras é sempre imprescindível controlar todas as manifestações de massas, entre as quais o futebol, e os seus efeitos. Como tal, procuraram sempre aproximar-se dos casos de sucesso, para se promoverem.

Além disso, entre 1974 e 1994 o Benfica esteve presente em 2 finais da TCE e uma da taça UEFA. Em quantas esteve o Sporting nessa altura? 0. Quantos campeonatos ganhou o Sporting antes do 25 de Abril? 14. Quantos ganhou depois? 4, sendo que 2 só depois de 2000.

O Benfica é também o clube de ilustres fascistas como o caso de Manuel Alegre, Mário Soares, Álvaro Cunhal, Carlos Carvalhas, Francisco Louçã, etc, etc, etc. Clube do fascimo? Pois sim...

12:36 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

O AUGE DA DITADURA NOS ANOS 60????? Incrível a sapiência que se encontra por aqui...

O auge da ditadura, caso ninguém saiba, deu-se nos anos 40 e 50. Os anos 60 foram uma década muito atribulada para a ditadura, em que se foi desenhando o seu fim... O equilíbrio entre as forças de direita que Salazar construiu na década de 30 começou a desmoronar-se, a interminável guerra colonial abriu feridas profundas na sociedade portuguesa, ventos de mudança chegaram de fora, contestações e oposições formaram-se e estabeleceram-se. Aliás, no final dos anos 60 já Salazar saíra do seu cargo (depois de cair da cadeira) e fora substituido por Marcello Caetano, começando assim a Primavera Marcelista.

Vê-se como a pseudo-elite é culta...

12:43 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Foi preciso esperar 30 anos para me dizerem que o Sporing era o clube do estado. Uma grande gargalhada...

1:33 da manhã  
Anonymous Isaias diz...

Elucidativo este debate! Assim se vê porque é que o país há décadas que se encontra na cauda da Europa. Quando a sua elite (lagarta na sua maioria) denota os mais elementares sintomas de burrice, como é que o país pode avançar?
A evidência referida aqui (e documentada ao longo de vários anos) não lhes chega. Aliás, poder-se-ia apontar para muito mais como, por exemplo, o facto de ser frequente em manifestações da oposição no "auge da ditadura" serem desfraldadas bandeiras do Benfica. Toda a gente sabia que representavam também a oposição ao regime.
Mas não vale a pena insistir mais. Lá diz o povo que "não há ninguém mais cego que ... um lagarto de nariz empinado!"
E na sua sabedoria, também diz o povo que: "não há campeonato mais doce que aquele que é conquistado no seu próprio Estádio, no mês de Maio, contra as saudosas elites convencidas!"

1:41 da manhã  
Blogger boloposte diz...

Sim, senhor, passamos da arruaça pura e dura para bengaladas cavalheirescas! Do pontapé no couro para papas e história contemporânea! O blog anda giro :)

2:04 da manhã  
Anonymous LF diz...

Concordo plenamente, caro colega Boloposte!!!
A conversa mudou "do dia para a noite".
Habemus blog!

2:39 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Sportinguistas ignorantes:

Averiguem quem foi o Cazal Ribeiro,
Presidente do SCP, líder da Legião Portuguesa e com ligações à PIDE.

Querem mais?

2:40 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Com tanta alteração à história, mais decada menos decada o Eusebio foi roubado pelo SCP ao Benfica de Lourenço Marques... LOL

6:00 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Alteração à história?

Pois bem, o melhor é aprenderes um bocadinho antes de vir para cá. Caso não saibas, o sportem nunca quis saber do Eusébio até o Benfica o ir buscar. Nessa altura, tentaram roubá-lo, mas dado que a mãe do Eusébio era gente digna (ao contrário de luís duques, etc.), afirmou logo que o seu filho só jogaria no Benfica. Graças à vossa ganância, tivemos de escondê-lo num apartamento no Algarve, com direito a nome de código e tudo.

Ah, só para aprenderes mais um bocadinho: Eusébio começou a jogar numa filial do Benfica, mas esta fechou e por isso, dado que gostava de jogar futebol (e convenhamos que tinha jeito para a coisa) lá teve de ir para aqueles tipos de camisolas horríveis. Felizmente para ele e para o Glorioso que o destino tratou de corrigir a situação.

10:38 da manhã  
Anonymous Archilion diz...

O amigo anonymous das 11:58 deve ter acertado na “mouche” para ver tantos lamparinas com a penas eriçadas.

Realmente, não deixa de ser curioso que de um país que mais cresceu nos últimos … anos se passe um país de porcaria devido a sua elite. É tudo conforme a conveniência.
Daqui a pouco vão falar que o vermel… ooops … quero dizer, que o encarnado Salazar (não vá ele dar voltas no túmulo), nem sequer ligava a futebol.

Essa de que o Sporting é que era o clube do antigo regime é mais mais ou menos semelhante à do mito dos 6 milhões: “Se non é vero é benne trovato”. Há que repetir, repetir e repetir até se convencerem que afinal o encarnado Salazar e a grande maioria dos seus asseclas nem sequer gostavam de futebol. Caros, Salazar comandou uma ditadura que começou a decair quando o mesmo, em 1968, caiu de uma cadeira e ficou mentalmente diminuído, para vir a falecer em 1970. A particularidade de o auge da ditadura ser na década de 50 ou de 60 é manifestamente irrelevante (se alguns historiadores acham que foi na década de 50, outros acham que foi na de 60, e daí? Já não se pode ter liberdade de expressão? A Ditadura acabou caros, acordem! Não há mais Salazar!), o relevante é que, digam o que disserem, o benfas foi sempre protegido pela tirania de quem então estava no poder, Inocêncio Calabote que o diga.

Outro disparate é vir para cá referir o campeonato italiano como o único que na altura podia levar o Eusébio… realmente…ROFTL…

Caros, O Eusébio não saiu do benfas pela mesma razão que Pelé não saiu do Santos. E foram “ambos os dois”, Pelé e Eusébio, que num encontro que, salvo erro, ocorreu no outro lado do Atlântico, lamentaram publicamente tal situação.

Compreendo e concordo com o que o anonymous das 11:58 quis dizer. A escória que não pode ser definida como parte de uma classe que os próprios definem como elite (se forem ao dicionário verão que elite significa “o que há de melhor numa sociedade ou grupo; o escol; a flor”) faz parte da génese e constitui a mais pura essência lamp. Em relação a isso, nada há a fazer!

E se quiserem exemplos, não precisam se aprofundar muito na história.

Podemos começar pela idade que dizem ter o clube. Desafio qualquer um a provar aqui que o Sport Lisboa Benfica existia em 1904. Pois bem, aqui está um exemplo do que se pode chamar de síndrome da trafulhice.

Qual o clube em que um adepto assassina o de um outro clube, honesto pai de família, e ainda hoje permite que no seu estádio exibam faixas idolatrando o covarde assassino? Acho que não existe qualquer palavra em que tal atitude se possa enquadrar, pois cambada de Trolls ou de Orcs são muito suaves para isso.

Querem um mais recente? A que clube pertenceu um dirigente da SAD do Estoril que, com este já despromovido e com a mais completa falta de honestidade intelectual, refere que na próxima época o Porto e o Sporting também vão poder jogar com o Estoril em outros campos que não o do próprio Estoril? Eis aqui a síndrome da espertice saloia.

Meus caros, podem barafustar a vontade, mas o que escrevi acima são factos!
Vós, numa esmagadora maioria, sois a escória de Portugal!
Vós, numa esmagadora maioria, consubstanciais a razão do manifesto atraso deste país!
Vós, numa esmagadora maioria, representam o que de pior temos nesta terra!

E olhem que escrevo isso com a maior das calmas, serenidade, frieza e com a consciência de que poderia ir mais longe. Contudo, encerro aqui, pois também faço parte de elite e não posso perder muito tempo com lamparinas. Afinal, alguém nesta terra tem mesmo de trabalhar para minimizar o mal que vós causais.

1:33 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Sou do Benfica e isso me envaidece.

2:37 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Realmente, com este tipo de respostas vê-se o nível desta suposta elite...

Confrontados com argumentos e factos, respeitantes a uma dicussão intelectual, evitam-nos, preferindo antes partir para a confrontação pessoal, "disparando" insultos, generalizações e provocações acéfalas. Acho triste, mas não há nada a fazer...

Não consigo "encaixar" nesta lógica de demonização dos adversários, de insulto, de pobreza intelectual, que, diga-se, está presente em grande parte do futebol português, em todos os quadrantes.

Como se os portistas, os benfiquistas, os sportinguistas, os boavisteiros, etc., não fossem todos seres humanos, de igual dignidade. O clube é das coisas mais aleatórias que uma pessoa tem... Embora se possam neles enquadrar certas características sociais, devido às suas origens e implantação social, elas são sempre muito vagas e nunca definem o que uma pessoa é.

A minha família tem gente de vários clubes. O meu pai é sportiguista, eu sou benfiquista. Tenho dezenas de amigos, de vários clubes. Esse não é um factor que eu use para escolher os meus amigos, mas sim a qualidade do seu carácter e isso não tem nada a ver com futebol. Há gente do Sporting de esquerda e direita, médicos e operários, inteligentes e burros, racistas e tolerantes, etc, o mesmo se passando no Benfica ou em qualquer outro clube.

Por isso mesmo, há coisas que não consigo entender...

5:41 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Para o das 5.41

Ai esta uma resposta de nivel, questão, se não existisse SLB de que falaria esta gente?

4:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!