sexta-feira, janeiro 20, 2006

De Setúbal, com Paixão

«It´s a foul» disse Adriaanse, «Levas 15 dias dias» traduziu Bruno Paixão. O árbitro setubalense anda desde há muitos anos com o FC Porto atravessado na garganta (lembram-se de Campo Maior?) e no jogo da Taça de Portugal não perdoou a gravíssima falta de disciplina do técnico holandês que saiu três passos fora da sua área acção para reclamar uma entrada dura sobre Marek Cech! Assim, o treinador, pela primeira vez na sua carreira de 20 anos, vai ficar suspenso de um encontro de futebol.
Adriaanse, que por duas vezes já conquistou o prémio fair-play no campeonato do seu país, ganha mais razões para dizer com justiça que o futebol português anda a quilómetros luz da organização vista noutros países. Até porque, veja-se este primor de coerência, esta mesma falta imperdoável (!) do holandês é punida com suspensão pela FPF e apenas com uma multa pela LPFP. Álvaro Magalhães também levou com o rigor exacerbado do sr. Paixão e vai fazer companhia a Adriaanse na bancada. Vamos ver até fim da época se mais nenhum treinador pisa o risco contínuo e entra fora de mão na rota das suspensões.

3 Comentários:

Anonymous Luís Costa diz...

O Bruno não consegue esconder a sua Paixão pelos encarnados e isso nota-se sempre de duas formas: num jogo do Benfica beneficia os lampiões, se apita o Sporting ou o FC Porto prejudica-os. É pena que ninguém limpe a arbitragem destes senhores que todos os anos tentam levar o Benfica ao colo.

1:25 da tarde  
Anonymous MoCa diz...

Ó Luís Costa, faz lá um histórico dos jogos do Bruno Paixão e verás que o que dizes é uma mentira pegada....

2:26 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Eu realmente lembro-me do Campomaiorense-Porto. Mas também me lembro do que ele tem feito para compensar o Porto por essa arbitragem...

10:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!