segunda-feira, fevereiro 06, 2006

FCP 1-1 SCB


Adriaanse não tem culpa de Bruno Paixão voltar a mostrar a sua verdadeira cor no Dragão (o penalty que deu o golo do empate é uma farsa!), mas tem muita responsabilidade em não ter conseguido evitar que o FC Porto, que dominou o Sp. Braga ao longo quase todo o encontro (realizando até um jogo agradável), recuasse de forma incompreensível nos minutos finais, deixando escapar três pontos até então nunca colocados em causa. A ausência de pressão logo à saída dos primeiros 30 metros bracarenses foi fatal para o desnorte. Começou Adriaanse com os três centrais que já lhe valeram um vidro partido do carro, mas sofreu o golo com quatro defesas. Porquê? Simplesmente porque Bruno Alves não acrescentou nada de novo a uma linha defensiva que já de si é bastante fraca. O que é muito preocupante.
Vamos ver como serão as próximas duas/três horas do treinador holandês na Invicta...

3 Comentários:

Blogger Guedes diz...

Sou do Braga desde pequenino.

2:37 da manhã  
Anonymous paixão, seu grande canalha diz...

Foi mais uma anormalidade dum árbitro também ele anormal.

Este foi o tal do escandaloso campomaiorense-Porto de há uns anos. Uma autêntica vergonha perpetrada por este gajo que se afirma ser um homem, mas de homem tem pouco.

é pequenino, pequenino demais, um verme, um chulo da bola, um cobarde de apito na boca, um tendencioso e canalha.

Uma desculpa de árbitro e uma amostra de gente.

4:55 da manhã  
Blogger pé em ®iste diz...

O penalty só é farsa quando se percebe que o fiscal de linha (e não o árbitro) errou ao não assinalar fora de jogo do jogador que sofreu a falta.

12:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!