terça-feira, fevereiro 07, 2006

Rui Alves - o Maluco do Riso

Rui Alves, presidente do Nacional, sobre os festejos de Sá Pinto, à Antena 1:

"Foram palavras inadequadas para um atleta profissional, independentemente da intervenção de alguns atletas, que impediram que se repetisse o que aconteceu há alguns anos [1997] com o seleccionador nacional. De alguém que já agrediu um seleccionador nacional, temos de esperar tudo. Naturalmente que entendemos que um profissional não pode fazer isto. Vamos participar à Liga, o próprio árbitro deve ter atestado o comportamento deste atleta. Não interveio disciplinarmente no jogo contra ele, mas o futebol assistiu a este triste espectáculo"

Quem semeia ventos, colhe tempestades, meu caro. Andaste dias a fio a provocar e querias sair ileso de Alvalade, ainda por cima depois de teres perdido... Agora vens fazer queixinhas, mas para mim isso não passa tudo de uma grande azia, um enorme mau perder. Como diriam vários dos visitantes do BnR, AGUENTA E NÃO CHORA!

10 Comentários:

Blogger riddle diz...

"Quem semeia ventos, colhe tempestades, meu caro. Andaste dias a fio a provocar..."

Ò caneladas, o homem não andou a semear nada. Disse, com a legitimidade que ele entendeu ter, que o Sporting era um adversário directo do Nacional. Mas disse mais, a frase não pára aqui. Mas a nossa imprensa ávida duma boa letra garrafal na capa, truncou as palavras. Ele disse ainda que o Sporting é uma clube de outra dimensão, mas que as camisolas só por si não fazem o clube ser candidato ao título.
E agora acrescento eu. Depois do Nacional ter andado 19 jornadas à frente do Sporting, apelidas o Nacional como? E recordo-te que antes do jogo desta jornada, nos anteriores três o Sporting... "venceu" sempre!
As reacções do FSF, nomeadamente o corte de relações, estão, deixa-me dizer-te, ao nível do que o FC Porto fez durante muito tempo. Nessa altura, chamavam provinciano ao PC.
Quanto ao que o Sá Pinto fez, percebo e compreendo no calor do jogo. Mas não deixa de ser o capitão leonino e portanto com outro tipo de responsabilidades. Há que saber ganhar também. Penso eu de que.

8:04 da tarde  
Blogger Olha p'ra Ele! diz...

Caro riddle,

terias toda a razão para "falar" assim não fosse a mais que reconhecida falta de respeito do alves para com o Sporting através dos casos Assunção e Adriano.

Há que esperar pelo fim do jogo para depois saber ganhar ou perder! Penso eu de que.

8:17 da tarde  
Anonymous Leão diz...

O riddle tem razão no que escreve. De facto foi alguma truncagem da imprensa que levou ao exagero, mas não li o dito cujo a desmentir fosse o que fosse. Quando a coisa pegou fogo, ele ficou de lado a rir como se se achasse o maior.

Quanto à reacção do Sá Pinto é uma reacção absolutamente normal. Não é desculpável na medida em que não há nada a desculpar. Agora enquanto o outro manda boquinhas para os jornais e não as desmente, o Sá Pinto disse-lho cara a cara, como os homens a sério fazem. Vir ainda chamar à colacção o episódio do Artur Jorge revela a baixeza de carácter e o tom vingativo do artista.

Eng. Rui Alves: Take it like a man.!!

8:20 da tarde  
Blogger Sarrafeiro diz...

Deve eng civil concerteza (com todo o respeito que me mereçe essa nobre profissão)!
Um gajo k tem um estádio com seu nome...deve ter falta de alguma coisa! Lembra todos aqueles que têm ferraris para compensar a reduzida dimensão do dito...

12:20 da manhã  
Blogger Caneladas diz...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

12:26 da manhã  
Blogger Caneladas diz...

Ó Riddle:

1) A história do Rui Alves com o Sporting não é de agora

2) Quanto ao que ele disse ultimamente, a frase foi dita pura e simplesmente para provocar, no contexto da transferência do Adriano. Se o Sporting era adversário directo do Nacional, então o Benfica e o FC Porto também o eram, pois as distâncias não eram (e não são) assim tão grandes.

3) o Sporting fez muito bem em não receber o Rui Alves. Aliás, já o devia ter feito há mais tempo, depois do que se passou com o P. Assunção (embora, no meu entender, o Sporting tenha ficado mais a ganhar do que a perder...)

4) Andorava o Paulinho Santos pelo espírito que ele punha em campo em defesa do FCP (e compreendia bem que os adversários o detestassem) e adoro o Sá Pinto pelos mesmos motivos. No futebol de hoje em dia, em que o dinheiro é tudo, estas manifestações apaixonadas são uma dádiva para os verdadeiros fãs do desporto.

12:28 da manhã  
Blogger Offshore diz...

Independentemente do que o Rui Alves terá feito ao Sporting nos casos Adriando e PAssunção, no caso do Sá Pinto ele tem toda a razão.
o Sá Pinto é useiro e vezeiro em comportamentos anti-desportivos. Estive na luz, na bancada da JLeo e reparei nos festejos do Sá e nas provocações que dirigiu aos adeptos do Benfica (aka Colo Colo); da mesma forma como deveria ter sido sancionado disciplinarmente (nem que fosse com uma multa) pelas atitudes na luz também o deveria ser pelos gestos e ofensas que dirigiu ao banco do NAcional e ao seu presidente.
Rui ALves não é flor que se cheire mas Sá Pinto com estas e outras atitudes do seu passado em nada se diferencia de Rui Alves.
Muito me estranha a atitude de complacencia do Sporting. o discurso do "clube diferente" parece ser cada vez mais algo que nunca se chegou a efectivar.
uma última nota para comentar a frase de Rui Alves de que o Sporting seria seu adversário directo na luta para a Uefa.
Não era verdade à data em que o comentário foi proferidas ? Não era também a opinião da maior parte dos adeptos ? Essa realidade só veio a ser alterada com as 2 últimas jornadas do campeonato que relançaram o Sporting na luta pelo título.
Foi um comentário provocador que não justifica uma reacção com base na ofensa. A melhor resposta que poderiam ter dado foi a vitoria em campo. Sá Pinto não soube ficar por essa resposta.

10:31 da manhã  
Blogger Caneladas diz...

O problema do Sá Pinto é que há por aí muito mais gente com azia. Alguma da mesma gente para quem o gesto do Nuno Gomes em Braga foi completamente desvalorizado, é aquela que vem agora atacar o Sá Pinto.

Porqué será?

4:35 da tarde  
Blogger Miego Daradona diz...

Riddle,
Estás enganado.
Não foi isso que Rui Alves disse, embora não me admira que muitos adeptos de rivais tentem escamotear o que ele disse.

O que Rui Alves disse foi que não se imoportava de perder Adriano para o Porto pois o Porto era de outro campeonato, enquanto que o Sporting era do seu. Ou seja, Rui Alves não se limitou a colocar o seu nacional no mesmo campeonato que os outros grandes, o que seria legítimo e até corajoso. O que ele fez foi rebaixar o Sporting (e até o seu Nacional) como clubes que não seriam do mesmo campeonato do Porto.

Ora se isto é legítimo, sensato e incontestável eu vou ali e já volto.

10:52 da tarde  
Blogger Olha p'ra Ele! diz...

As ultimas declarações do alves confirmam a falta de respeito para com o Sporting e para com o Sá Pinto.

O que é o Nacional comparado ao Sporting e o que é o alves comparado ao Sá Pinto?

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!