quinta-feira, março 09, 2006


  • Grande, grande Benfica!! Exibição quase perfeita do campeão nacional, pelo menos foi esta a sensação que me deu. O resultado é fantástico, a proeza é espectacular e a Europa volta a falar no clube de Eusébio. Estes são os factos, mas onde começou o mérito do Benfica e o demérito do campeão europeu?
  • A defesa dos ingleses mete dó. Quatro jogadores, um internacional da Irlanda do Norte, um internacional do Mali, um suplente habitual de um internacional norueguês e o suplente do suplente de Rio Ferdinand e John Terry na selecção inglesa.
  • Em comparação, o Benfica tinha quatro internacionais brasileiros (Alcides é internacional olímpico), um deles com presença certa no Mundial, outro que representou o Brasil na Taça das Confederações e Anderson que já foi chamado por Parreira.
  • Antes do jogo, em conversa com o LF, augurei que o Benfica ia, pelo menos, marcar um golo. Marcou dois, e qual deles o melhor. O de Simão é simplesmente do outro mundo e o de Miccoli revela toda a classe de um jogador. Brilhante!!
  • Mas atenção, este Liverpool é um barrete e dos grandes. Em Lisboa não jogou nada e no seu estádio nada jogou. Mandou duas ao barrote, fruto do empertigamento. Benitez manda os seus jogadores centrarem, logo depois de cruzarem a linha divisória? Não entendo...
  • O jogo foi bom para todos, especialmente para Simão. Benitez viu o que não queria e percebeu que se tivesse dado o que Vieira pretendia talvez continuasse na CL com dinheiro e prestígio acumulado. Assim, perdeu Simão, perdeu dinheiro e perdeu a hipótese de revalidar o título.
  • Nos sete adversários possíveis, o Benfica bem podia suspirar pelo Arsenal e assim fazer o pleno inglês. Mas se calhar o Vilarreal, o sonho continua de pé. Contra Barcelona, Juve e AC Milan não dou mais que 10% à equipa de Koeman.
  • A Inglaterra dá-se mesmo mal com Portugal. Em 2004 o FC Porto e a selecção eliminaram o Manchester e a selecção, no ano passado o Sporting pôs borda fora o Middlesbrough (os mesmos que deram três secos ao Chelsea) e o Newcastle, este ano o Benfica deixou as quartas-feiras livres a Manchester e a Liverpool. O campeonato inglês, por vezes, parece mesmo uma anedota. E Mourinho sabe-o bem. O défice de qualidade e competitividade favorece internamente o técnico português, mas prejudica-o quando tem de se haver com Barcelonas.
  • Tenho curiosidade em saber como este resultado pode funcionar no plantel do Benfica em relação à Superliga e à Taça de Portugal. A Naval não dará para tirar dúvidas, mas o jogo com o V. Guimarães pode servir para uma primeira análise.
  • Termino com Pepe. Há um ano dizia que era potencialmente o pior central a jogar em Portugal. Hoje já nem digo nada. Dou os parabéns a Co Adriaanse por ter descoberto o irmão gêmeo do brasileiro...

3 Comentários:

Blogger T-Rex diz...

Anderson ENORME e Léo GIGANTE!

A receita simples e eficaz.

1:10 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Parabéns pela análise. Perfeita. É que tenho lido noutros locais "loas" ao benfica perfeitamente incríveis! O grande mérito do benfica foi o demérito do Liverpool e assim sendo, nada há a dizer. Quanto à exibição fantástica apregoada por alguns, francamente...

9:26 da manhã  
Blogger riddle diz...

Excelente a tua análise ravelis. Não querendo, claro, dimunir a proeza do Benfica, é verdade que este Liverpool é uma sombra (em futebol jogado) daquele que venceu a champions o ano passado. Mais um dado revelador daquilo que te disse já por mais do que uma vez: o campeonato inglês está over rated. Por isso o Mourinho leva também a vantagem que leva. Algo que em Itália ou Espanha ele não conseguiria. O Benfica aproveitou bem os erros de Benitez e mesmo com Koeman lento na leitura, como diz o LF, foi muito feliz. Mas também é disso que se fazem os campeões. Não me esqueço do golo do Costinha no último minuto em Old Trafford. Agora dizerem, como já ouvi, que esta foi a melhor exibição do slb na Europa nos últimos 20 anos e que a mística (?) está de volta à Luz parece-me claramente descabido e propagandista.

12:57 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!