quinta-feira, março 23, 2006

O Regresso de Jedi

Voltou o velho Porto, um jedi intocável e substituiu definitivamente o recente. O recente Porto era de alguma forma inquestionável, assente em campeonatos e conquistas ganhos de forma menos discutível, ora sob influência de Jardel e Cia ora pela batuta do Special One. Cansado de uma época humilhante e assustado pelo anúncio de outra, agora pela mão do genial general Co o velho Porto saiu da campa e voltou em força. Ontem cheirou a anos 80 ou seja... a cachaça. Na ausência de capacidade para decidir o jogo em futebol jogado o velho Porto preparou as coisas de modo a não correr riscos. Resultado: um dos maiores "roubos de igreja" que tive a oportunidade de ver nos últimos anos.

O jogo "jogado"
Do penalty (ou não) sobra a noção clara de que Pepe iria para o balneário mais cedo num lance de visão limpa para o fiscal (e não tanto para o árbitro) em que Pele simplesmente impede com a mão um lance claro em que Liedson se isolaria. Depois vem a cotovelada na cara de Moutinho, a chance clara de golo salva por Ricardo nascida num fora de jogo evidente do cotovelos, a expulsão de Caneira não se sabe bem como nem porquê, o amarelo mistério a Nani e toda uma sequência de lances de menor importância daqueles que no seu conjunto condicionam com mestria um jogo. Até cantos foram transformados em pontapés de baliza, não fosse o diabo tecê-las. Mesmo assim o Sporting resistiu, até à lotaria.

O jogo "fora das quatro linhas"
Mas o velho Porto não pára por aqui. O medo de um Sporting falido com um plantel fraco mas que inexplicavalmente joga futebol é evidente.Sendo assim surgem as movimentações da velha guarda. A saber:

- processo instaurado a tonel, sá pinto e nélson com timming perfeito: a dois jogos da recepção ao Porto.
- sumaríssimo a Maciel: após uma sequência curiosa de lances que passaram impunes nesta liga surge a hipótese dourada: aplicar um sumaríssimo (justo) a Maciel com base em acontecimentos no jogo com o Sporting, 2 jornadas antes do jogo com o Porto... querem melhor?
- Nomeação para o jogo de Alvalade: o Sporting é arbitrado este fim-de-semana por um árbitro que tem um processo em curso... contra o Sporting.

A história e o orgulho
Perante tudo isto e após dois anos em que o Sporting é afastado da Taça de Portugal em jogos de case study em termos de arbitragem lanço uma questão que já lancei hoje mas que ainda ninguém conseguiu responder: um jogo, um único jogo que tenha decidido uma eliminatória ou determinado um título no qual o Sporting tenha sido beneficiado escandalosamente face a Porto ou Benfica nos últimos 25 anos. Nem um.
Triste o adepto que fica feliz por vencer títulos desta forma. Felizmente não sei o que isso é, e no dia em que o vir (yeah, right) refuto-o com todas as letras. Eu gosto de ganhar bem e perder bem, dentro das quatro linhas e por influência dos jogadores em campo e de acordo com as leis do jogo. Não me importo de levar 6-3 do Benfica num jogo de inteira justiça e mestria táctica, mas mete-me muito nojo e faz-me perder a fé no futebol perder finais da taça como o Sporting perdeu este ano nas Antas e o ano passado na Luz.

21 Comentários:

Anonymous BEM FEITO diz...

Jogo do famoso salto para a piscina do Jardel! 2-2

Lhaço

O mal é colocares as coisas assim, os vossos amigos do Norte roubam jogadores e jogos à descarada e o SLB tem culpa disso!?
Fosga-se vocês não aprendem!

Diz-me tu um que tenha dado titulo para o SLB!?

O FC Porto a 20 anos que manda nisto se não fossem amigos deles para bater o glorioso nem eles vos tinha deixado ganhar os dois ultimos, tansos!!!!

3:05 da tarde  
Blogger Alex diz...

Lembram-se do Mário Leal, também de Leiria, que arbitrou um Sporting-Porto nas meias-finais da Taça, no início dos anos 90? Lembram-se do Porto-Sporting, meias-finais da Taça em 2001? Quando é que alguma vez houve algum favorecimento ao Sporting assim?? Tenham juízo pá.

3:26 da tarde  
Blogger riddle diz...

lembram-se do lucílio em alvalade? não devem estar lembrados, claro. Caro miego, não foi um nem dois: foram QUATRO (4) penalties num só jogo que esse senhor (não sei se de amarelo, caneladas) fingiu não ver. Mas mesmo assim o fcp ganhou.
Mas miego, puxa lá a cassete do lance do liedson um bocado atrás e vê como nasce a jogada. Isso dos cantos foi um para cada lado.
O jogo não valeu grande coisa e o scp foi ao dragão nitidamente para empatar tempo e levar a coisa para os penalties, à espera que o labreca voltasse a ser herói. mas sairam as contas furadas e hoje é o baía quem está com um sorriso daqueles (só lamento que à custa do moutinho, um dos melhores do sporting).
Mas não desesperem, pois isto da taça é uma competição menor. O paulo bento, com um pouco mais de ousadia e habilidade, ganha nas calmas daqui a dez dias e o campeonato fica decidido.

3:54 da tarde  
Anonymous Antão Bordoada diz...

Estes andrades tem uma falta de vergonha impressionante. Quando vierem aos arrabaldes da capital o país inteiro (com excepção das freguesias gueto da sua cidade, únicas onde predominam sobre os outros) estará a torcer pelo Vitória (de preferência, o de Setúbal). Antes queria borrar um pé todo do que ganhar desta maneira.

4:29 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Os 4 penalties por marcar do Lulu só nos salvaram da humilhação, o FCP ganhou o jogo na mesma, e o campeonato. A teoria do Miego mantém-se.

Agora essa de puxar a cassete atrás é boa para um gajo dar aquela gargalhada constrangida. Quase tão gira como a do Sporting ter ido jogar para o empate. Sinceramente, vocês pensam que ainda metem medo à alguém a jogar à bola?

Se não fossem os foras-de-jogo mal assinalados (ou os por assinalar, consoante o lado), o penalty, a expulsão manhosa do Caneira (principalmente esta) entre outros rebuçados, o Vitinho bem podia ter sido o herói dos penalties, mas só lá para às 4 da manhã, quando já dormisse um soninho descansado.

Mas é isso. Vocês nem passaram só por causa do árbitro nem nada. Que a fruteira vos faça bom proveito!

Vergonha.

4:31 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Sporting beneficiado vi já duas vezes na Luz, nos dois últimos 3-1 que o Sporting conseguiu. No primeiro só não decidiu porque o Sporting se lembrou de perder pontos no final e acabou, como sempre, em 3º. Neste último decidiu a quebra de confiança do Benfica e o aumento da do Sporting. Há também um famoso 2-2 na Luz com golos do Jardel no fim que foi de bradar aos céus de roubos a favor do Sporting, aliás, como foi toda essa temporada. Lembro-me também de uma Taça ganha pelo Sporting ao Leixões, 1-0, com golo de Jardel fora-de-jogo... hum. Contra o Porto não me lembro, mas não acho provável. O Porto manda nisto e, apesar de vocês serem gamados como todos os que lhe fazem frente, passam a vida a lamber-lhes as botas e a culpar outros. Por isso, e apesar de ter achado uma vergonha o jogo de ontem, até é bem feito para vocês aprenderem a ver onde está o verdadeiro cancro do futebol tuga!

4:35 da tarde  
Blogger Miego Daradona diz...

Como era previsível ninguém conseguiu responder à questão. O meu texto não diz que o Sporting nunca foi beneficiado contra os grandes. O meu texto pedia o enunciar de um único exemplo de um jogo que definisse um título ou eliminatória, a tal "hora H", em que o Sporting tivesse sido beneficiado escandalosamente contra os rivais.

Exemplos? ZERO.

Alguns comentadores vão inclusive buscar o jogo mais cómico para ilustrar: o tal jogo da Luz. No jogo da luz além de não se discutir o título (o sporting lutava para ser campeão, o benfica para ir à UEFA) não serve de exemplo. É que até hoje se comenta o de facto inventado penalty de Jardel...

... mas ignorando como é de "bom tom" o penalty inventado na primeira parte, onde Beto em queda apoia o braço atrás das costas parando um remate com esse braço que lhe passa por baixo das pernas. Um lance da mesma classe que vários já protagonizados por Ricardo Rocha e que (bem) não suscitam obviamente penalty, de tão estúpido que seria.

Quanto ao exemplo que o riddle dá está em consonância com a falta de vergonha que infelizmente demonstrou ao assumir a normalidade do que se passou ontem. No entanto até esse exemplo (se é que esse jogo tem algum caso de arbitragem discutível com excepção do célebre lancamento lateral executado demasiado rápido para o gosto azul) não responde à questão já que esse jogo definiu tudo menos um campeão ou uma passagem à final.

Moral da história: Sporting beneficiado contra os grandes? Já aconteceu mas não nos casos que falam (querem um? Tenho de ser eu... Penalty de silva simulado na luz). Agora em jogos que definem campeões ou quem passa eliminatórias podem rabear o que quiserem que exemplos são ZERO.

25 anos a ver o peixe graúdo comer. O Benfica eu já conhecia, o Porto voltou agora. Mete-me nojo ver adeptos que se orgulham de vencer assim.

Que tenham bom proveito, estão bons uns para os outros.

5:16 da tarde  
Blogger riddle diz...

miego, ou eu não me expliquei bem ou não percebeste. não disse que o jog foi normal. teve casos sim. agora dizerem que foi o maior roubo dos últimos 25 anos parece-me um claro exagero.
Podia falar-te de um empurrão do Polga nas costas do McCarthy (dentro de área); de dois livres inexistentes junto à área do FC Porto (ambos em mergulho: Sá Pinto em zona frontal - Nani atirou por cima; e Tello - que deu na expulsão (?) do Bosingwa.
Reafirmo, para que fique bem claro, que reconheço erros na arbitragem do olegário. E ambos se podem queixar. Não é como no jogo de vila do conde, em que só o rio ave se pode queixar (contra o benfica) de ter perdido 3 pontos de forma escandalosa.

6:21 da tarde  
Blogger Pedro diz...

Hilariante

Sobre o 2-2 ..a pior arbitragem q vi em toda a minha vida :

- Beto devia ter sido expulso pois corta um golo feito com o braço. Se ter o braço entre as pernas é normal...ok
-Andrade é expulso após ser pontapeado por Hugo Viana.
- Argel é pontapeado por JVP junto à bandeirola de canto sem expulsão.
- Tello faz uma placagem a Caneira mesmo nas barbas do fiscal de linha sem amarelo (já tinha um era expulso)
- Fora de jogo assinalado a Mantorras NO MEIO CAMPO DO SLB. Ficava isolado perante o GR lagarto.
- Penalty mais cómico de todos os tempos assinalado ao voo do Jardel.Amarelo.

Este jogo foi uma verdadeira palhaçada. Um jogo para recordar e para exemplificar o q é o sporting.

7:35 da tarde  
Blogger Pedro diz...

"Triste o adepto que fica feliz por vencer títulos desta forma. "

Suponho q ficaste em casa, envergonhado, qd o scp "ganhou" o ultimo titulo...

7:37 da tarde  
Anonymous Pinto da Costa diz...

Coitadinhos dos lagartos que têm esse Karma de serem sempre roubados!
Sempre prejudicados, sempre sei lá o quê!
não há cú para tanta lamentação.
É verdade que ontem foram roubados. Ficou por marcar um penalti (mão de Pepe) e o lateral do Porto deveria ter sido muito antes do que foi, depois de parar uma bola com a mão. Mas o Caneira já tinha um amarelo e levou (e bem) o segundo. Faltou foi amarelar ou avermelhar o Lucho!

8:01 da tarde  
Blogger Leonino diz...

Depois de Benquerença ter "escolhido" um dos finalistas, Paraty( depois de recolocar o s.l.belas na luta pelo 2º lugar ) prepara-se para escolher o outro. Qual será o contemplado?

8:48 da tarde  
Anonymous Lionheart diz...

Repararam que o fiscal de linha que "não" viu a mão de Pepe é o mesmo que "viu" a bola ir para fora, induzindo o árbitro a anular um golo limpo ao Rio Ave no Domingo? Comentem por favor.

8:58 da tarde  
Blogger Caneladas diz...

os benfiquistas que vêm para aqui lembrar o jogo do 2-2 com o sporting na luz deviam ter vergonha.

dizer que o beto, já em queda, mete o braço direito atrás das costas e fá-lo aparecer no meio das pernas para interceptar a bola que lhe passa entre as mesmas é simplesmente surreal :)

(mesmo assim, o árbitro deu penalty lol(

contudo, não é por isso que deviam ter vergonha de lembrar esse jogo. é que esse jogo, meus caros, começa com um agarrão escandaloso ao jardel, protagonizado pela dupla Argel/João Manuel Pinto, logo aos 5 minutos de jogo.

por isso, arrajem lá outros jogos em que o sporting foi beneficiado, que os há com certeza.

9:15 da tarde  
Blogger Miego Daradona diz...

Riddle,

O pior roubo dos últimos 25 anos é algo difícil de determinar mas certamente farás a justiça de concordar que, com excepção de algumas épocas gloriosas de Jardel e Cia e da era Mourinho tudo leva a crer que no top 10 estarão 10 jogos que envolvem o Porto do antigamente, que parece ter regressado ontem.

Também não vou na conversa dos benfiquistas do "dêem valor ao que se passou com o guimarães". Os erros importantes de ontem foram TODOS num sentido, com excepção da expulsão de boswinga a 1 minuto do final. No jogo do Benfica - Guimarães vi um golo irregular que no entanto acontece de uma forma que não permite ao fiscal de linha ver o lance e quando o árbitro tem vários jogadores entre ele e o lance (quem disser o contrário mente). Vi também nesse jogo o árbitro expulsar Cléber por simulação nojenta de Petit e vi uma falta clara de Luisão em cima da área (mas fora) não ser assinalada. Comparar isto com o que se passou ontem é gozar o prato. Se os benquistas se quiserem queixar podem falar do jogo da Naval, esse sim, mas quem a seguir vai a Vila do Conde sacar aquilo...

... na liga vai tudo ao encontro do que digo: no deve e haver todos têm sido beneficiados e prejudicados de igual forma. Vamos ver o que se vai passar agora.

Agora tudo isto que se está a passar é vergonhoso, e eu nem sequer tenho a doidice da arbitragem. Ontem foi demais. Ontem, o oportuno processo a tonel e sá pinto, o sumaríssimo a maciel, a nomeação de um árbitro com um processo contra o Sporting...

é muita fruta. E com a existência do processo apito dourado vocês já nem podem assobiar para o ar e dizer que é tudo teoria da conspiração.

é um nojo este futebol português e só se resolve no dia em que, beneficiado Sporting, Benfica ou Porto enforcarem 2,3 na trave.

9:23 da tarde  
Blogger hk diz...

Não compreendo as queixas de arbitragem vindas de adeptos dos três grandes e também do Boavista. São clubes que pela importância e influência que têm serão sempre mais "empurrados".
Se bem que dois deles (Porto e Boavista/Major Valentim) estão ligados a um processo, que envolve coisas bem mais graves do que simples peso institucional. Houvesse justiça neste país.

Isto do peso institucional dos clubes e da sua influência nas decisões dos árbitros não é um mal exclusivamente português, também em Espanha (caso flagrante do Real Madrid), em Inglaterra (Man. Utd, Liverpool e Arsenal) e em Itália (Juventus e Milan) se verifica essa tendência, só para referir os 3 mais importantes campeonatos europeus.

Eu como benfiquista recuso-me a criticar arbitragens. Prefiro criticar os adeptos dos 4 clubes nacionais que referi, quando tem a grandessíssima lata de se queixar das decisões dos árbitros. É também muito triste ver esses mesmos adeptos irem atrás dos seus dirigentes quando estes criticam os árbitros com o único intuito de colocar ainda mais pressão e ver se o "empurrão" volta a surgir para o seu lado.
Acabamos por ter os dirigentes e os árbitros que merecemos.

PS: Quero só voltar a dizer que no caso do processo apito dourado são outras coisas para além do simples peso institucional que estão em jogo. Mas enfim, a esperança na resolução desse processo começa a ser cada vez mais ténue.

10:18 da manhã  
Anonymous Deco diz...

Se dói põe vaselina!!

10:19 da manhã  
Anonymous Anónimo diz...

Miego...

"No jogo do Benfica - Guimarães vi um golo irregular que no entanto acontece de uma forma que não permite ao fiscal de linha ver o lance e quando o árbitro tem vários jogadores entre ele e o lance (quem disser o contrário mente)."

Vamos ver quem mente. Esta frase demonstra todo o ressaibianço e incoerência. Quando é roubo contra o Sporting, é roubo, quando é contra o Benfica, acontece... é azar :). O lance do Guimarães é precisamente no mesmo ângulo de visão para o fiscal que o lance do Pepe no "Dragão" contra o Sporting! E falar a expulsão (injusta, é certo) do Cléber e não falar no vermelho que o Moreno não viu e deveria ter visto, no vermelho que o F. Meireles não viu e deveria ter visto, e o vermelho directo que o Paíto não viu e deveria ter visto por entrada violentíssima sobre o Manduca, é, no mínimo, tendencioso.

Para o Miego é mais grave um penalty não assinalado, uns foras-de-jogo marados e um vermelho injusto, do que um golo irregular QUE ENTROU E CONTOU e decidiu uma eliminatória, e várias expulsões de jogadores do Guimarães que deveriam ter acontecido e não aconteceram. É mais grave, de facto, só mesmo para os sportinguistas. Para quem quer ver as coisas com objectividade, não é com certeza.

Mais...

"Alguns comentadores vão inclusive buscar o jogo mais cómico para ilustrar: o tal jogo da Luz. No jogo da luz além de não se discutir o título (o sporting lutava para ser campeão, o benfica para ir à UEFA) não serve de exemplo. É que até hoje se comenta o de facto inventado penalty de Jardel..."

Se o Sporting lutava...pelo título, e foi beneficiado contra o Benfica, então presumo que, na Hora "H", o Sporting foi beneficiado em relação ao Porto na luta pelo título! Ter sido num jogo com o Porto ou com o Benfica, neste caso, parece-me apenas um detalhe, uma vez que o efeito foi o mesmo.

Haja coerência!

11:56 da manhã  
Anonymous Raul diz...

Isto de escrever mt obriga outros a ler mt tb por isso vou directo ao ponto:
pepe comete falta fora da area (cartao vermelho por mostrar);
bosingwa a ser expulso seria no lance em que domina a bola com a mão e nunca num lance em que o tello atirou-se pa piscina;
caneira teve o azar de no meio dos 4 ser o unico que ja tinha amarelo, se o deivid não tivesse insestido no bate papo com o meireles nada disto tinha acontecido.
SCP tivesse jogado pa vitória não tinha que ir buscar desculpas esfarrapadas.

3:18 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Ainda estão a chorar os lagartos?

LOOOOOOOOOOOOOOOOL

Clube de tristes...

11:56 da tarde  
Blogger riddle diz...

raul, concordo por inteiro contigo.

5:55 da manhã  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!