quarta-feira, março 01, 2006

Portugal 2-0 A. Saudita (ao intervalo)
Ponto prévio: Esta selecção da Arábia Saudita é muito fraquinha. Se os homens de M. Paquetá quiserem fazer boa figura no Mundial têm de chamar mais uns quantos “Mohammeds”, pois aqueles que actuaram nesta primeira parte, que agora terminou, não dão uma para a caixa.
Assim sendo não é de estranhar que Portugal esteja a ganhar (por 2-0) mesmo sem jogar bem. É verdade que a relva deste LTU Arena não permite grandes habilidades, mas a qualidade destes jogadores deveria ter proporcionado melhor espectáculo aos 8430 pagantes que estão na bancada.
Com o futebol da equipa das quinas aos repelões e sem grande ligação nos últimos 25/30 metros, o primeiro golo (29m) nasceu de um lance de bola parada, com Cristiano Ronaldo a mostrar-se cada vez mais um especialista nestes lances, correspondendo bem ao cruzamento de Figo.
Antes disso, Pauleta ainda tentou (22m) fazer o gosto ao pé, o mesmo acontecendo com Ronaldo, num remate forte que quase virou frango “à là saudite”…
Mesmo a fechar os primeiros 45 minutos, Maniche dilatou o marcador após um lance às três tabelas.
Vamos ver se a segunda parte melhora, agora já com Petit, Hugo Viana, Quaresma e Postiga em campo.

Avalie-me!