sexta-feira, julho 14, 2006

Deus na Terra

Faltam-me duas postas para acabar o tema Mundial2006. Esta é a penúltima. E talvez uma das mais empolgantes experiências pessoais em todo o torneio. Faltavam cerca de 4 minutos para começar o Alemanha-Portugal em Estugarda e eu estava sentado na minha cadeira a ver se o laptop funcionava a 100%. Pelos monitores já dava para perceber que os jogadores estavam à boca do túnel, quando começo a sentir uma movimentação estranha, no mínimo, do meu lado direito, meia dúzia de filas acima. Num momento em que as equipas estavam a entrar em campo, os jornalistas estavam de costas para o relvado, com as atenções centradas noutro local. "Mas quem é que estará ali?", comentei com um amigo, deixando-me ficar mais uns instantes a apreciar a entrada dos jogadores. Depois não resisti e sem saber o que se passava, peguei na minha máquina e corri para o local. Vi flashes a serem disparados, canetas e papeis em riste, mas não conseguia descortinar quem era a vedeta que causava tanta sensação. No meio daquela confusão, já com o hino alemão a ecoar nos autifalantes, vi finalmente o rosto d'Ele. Do Causador. Do Homem que ofuscou o pontapé inicial do jogo do terceiro e quarto lugares do Campeonato do Mundo. No início nem quis acreditar. Era Ele. Vi-O. Vi Deus na terra. Em Estugarda. Sorrindo timidamente perante tanta atenção. Consegui estar a cinco metros D'Ele. Era DIEGO ARMANDO MARADONA!
(click to enlarge)

3 Comentários:

Blogger Caneladas diz...

Simplesmente, O Maior!

PS - Rançoso! :)

7:11 da tarde  
Anonymous Anónimo diz...

Este pode ter feito muita merda, mas nunca deu uma cabeçada num adversário...

8:39 da tarde  
Blogger Rotura de ligamentos diz...

Cabeçada, cabeçada, não me lembro. Mas olha que ainda chegou a dar uma valente patada no Batista (Brasil de 1982).

De qualquer forma, tenho inveja do riddle.

4:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Página Principal

Avalie-me!